Sobre a loja

Varanda de Cristal é uma empresa brasileira legalmente estabelecida, sob o CNPJ 29.387.513/0001-89, que objetiva pesquisas, estudos e comercialização de plantas e fungos sagrados, e medicinais. Almejamos propagar o conhecimento dessas plantas à todos que buscam uma vida mais saudável, a cura e o desenvolvimento pessoal. Vegetais estes, importantíssimos para melhorar integralmente nossa saúde, auxiliando no tratamento e prevenção de doenças físicas e psíquicas.

Jurema Preta em Pó - Casca da Raiz - Mimosa hostilis - 1 KG

Código: 7PLJ2RA3L
R$ 80,00
Comprar Estoque: Disponível
  • R$ 80,00 Mercado Pago
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Jurema Preta em Pó - Casca da Raiz - Mimosa hostilis - 1 KG

    A jurema preta, de nome científico Mimosa hostilis, é uma árvore comum na caatinga nordestina do Brasil. As cascas das raízes de jurema contém um alcalóide denominado DMT ou dimetiltriptamina, identificado como uma potente substância psicoativa pelo resultado de seu efeito enteógeno.
    O uso de substâncias psicodislépticas que possuem DMT, como a jurema preta e a chacrona ( Psychotria viridis ), em combinação simultânea com plantas que contém inibidores da IMAO, como os derivados da harmina, o cipó Jagube ( Banisteriopsis caapi ) e a arruda da síria ( Peganum harmala ) propicia aos xamãs e cablocos o preparo de uma receita em forma de bebida denominada Anauasca ( que pode ser comparada a Ayahuasca ) em cerimônias religiosas e rituais de passagem induzindo experiências visionárias/espirituais. 
    Tradicionalmente é usada pelos indígenas da tribo Xucuru Kariri, sendo a casca do caule usado para fins medicinais e a casca da raiz utilizada para cerimoniais religiosos devido as substâncias psicoativas presentes na raiz. Há evidências de que as etnias Tupinambás, Kiriris, Tuxas, Pankararé e Xocós, além da já citada Xucuru Kariri, continuam fazendo uso da jurema em seus rituais sagrados nos dias de hoje. Na umbanda e no candomblé há relatos de utilização do vinho de jurema em receitas secretas através de combinações no modo de preparo, como ervas, mel, aguardente, alecrim, mel...Inúmeras tribos indígenas do nordeste do Brasil a utilizam em combinação simultânea com o tabaco. Na farmacopéia popular do nordeste a jurema preta é aplicada como cicatrizante, anti-microbiano, analgésico, febrífugo, anti-inflamatório, antioxidante, regenerador de células, tratamentos de infecções e tratamento de queimaduras.

USO

    Não existe receitas fixas de ayahuasca. As dosagens dependem das condições de cultivo e da sensibilidade do usuário. Os xamãs possuem suas próprias receitas, que podem variar conforme o efeito desejado.

EXEMPLO DE RECEITA:

- 30 gramas de JAGUBE ( Banisteriopsis caapi )
- 09 gramas de JUREMA PRETA ( Mimosa hostilis )
- vinagre branco
- água filtrada
- 4 panelas/frigideiras de aço inoxidável

Observação: não use panelas de alumínio ou teflon.

10 etapas para preparar esta receita

1. Moa ou pulverize o material da planta o mais fino possível

2. Pegue uma panela e adicione uma colher de chá de vinagre branco, a jurema e aproximadamente um litro de água.

3. Pegue outra panela e adicione uma colher de chá de vinagre branco, o jagube e aproximadamente um litro de água.

4. Aqueça a panela por cerca de 2-3 horas (mas não deixe cozinhar)

5. Pegue 2 panelas ou frigideiras separadas, coloque uma tela (ou, por exemplo, uma camiseta) por cima, coloque a mimosa em 1 panela / panela, repita isso por 5 vezes, até que esta bebida pareça brilhante. Agora faça o mesmo com o caapi na outra panela / panela.

6. 3x repita o passo 2 a 5, guarde cada chá separadamente.

7. Agora você tem 1 panela com 3 chás de jurema reduzida, 1 panela com 3 chás de jagube, 1 dosagem não deve ser superior a 1 xícara de chá e não menos que meia xícara de chá. À noite, coloque-os na geladeira.

8. No dia seguinte, coloque a mimosa em uma panela, coloque novamente uma tela (ou, por exemplo, uma camiseta) por cima (você não deseja guardar as coisas por baixo). O jagube já deve estar limpo; quando você aquece o jagube, ele deve ter uma cor púrpura, como o vinho tinto.

9. Quando você tiver feito isso, agite ou mexa o jagube para garantir que tudo esteja no chá e não no fundo, você pode beber os dois juntos ou o ajgube primeiro e depois a jurema.

10. Aqueça o chá e beba enquanto está quente.

Advertências

    A ayahuasca ou anahuasca pode ser muito perigosa quando combinada com certos alimentos ou outros psicoativos que são totalmente inofensivos quando tomados sozinhos. A ayahuasca não é uma droga de festa. Use-o em um ambiente calmo e familiar, de preferência com um xamã, ou uma pessoa sóbria que pode cuidar de você. Não use durante a gravidez, amamentando, deprimido, psicótico, veículos motorizados ou máquinas pesadas, ou em combinação com álcool ou medicamentos. Não deve ser usado por menores de idade.

Seja grato pela experiência, independentemente de como acabou. Sempre há lições a serem aprendidas, se funcionou ou não, se você fez uma viagem "boa ou" ruim "!

R$ 80,00
Comprar Estoque: Disponível
Sobre a loja

Varanda de Cristal é uma empresa brasileira legalmente estabelecida, sob o CNPJ 29.387.513/0001-89, que objetiva pesquisas, estudos e comercialização de plantas e fungos sagrados, e medicinais. Almejamos propagar o conhecimento dessas plantas à todos que buscam uma vida mais saudável, a cura e o desenvolvimento pessoal. Vegetais estes, importantíssimos para melhorar integralmente nossa saúde, auxiliando no tratamento e prevenção de doenças físicas e psíquicas.

Pague com
  • Mercado Pago
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

Varanda de Cristal - CNPJ: 29.387.513/0001-89 © Todos os direitos reservados. 2020